Comunidades beneficiárias da iTC-F recebem produtos da delimitação de terras no distrito de Chigubo

No dia 12 de julho de 2018 realizou-se na comunidade de Saute, Distrito de Chigubo a cerimónia de entrega oficial dos produtos do projecto comunitário da iTC-F – Iniciativa para Terras Comunitárias, intitulado Apoio à Segurança de Posse de Terra e Formalização dos Produtores de Carvão Vegetal” e implementado pelo Provedor de Serviço Simas Consulting.

Os produtos entregues incluem a Certidão de Delimitação da Comunidade, o Mapa de Zoneamento dos recursos naturais da comunidade, os Estatutos do CGRN – Comité de Gestão de Recursos Naturais publicados no BR – Boletim da República, a Agenda Comunitária de Desenvolvimento com base nos recursos naturais e a Placa contendo o plano de uso de terras da comunidade.

A cerimónia foi dirigida pelo Administrador do Distrito, senhor Benedito Domingos Antonio Buzi e contou também com a presença de outros membros do Governo Distrital, bem como estruturas do Governo e Liderança Local, além de vários membros da comunidade de Saute e outros representantes das comunidades de Nhamarandzal e Catine, vizinhas de Saute e também beneficiarias do projecto.

Ao dirigir-se as comunidades o Administrador Benedito começou endereçando mensagens de parabéns a estas, agradecendo-as por terem acolhido a iTC e o projecto, tendo prestado toda a colaboração que logrou com sucessos, os resultados alcançados. Encorajou as comunidades a tomarem a liderança na fiscalização das florestas e todos recursos naturais disponíveis, fazendo uma gestão que permita que se beneficiem desta riqueza de forma sustentável, de modo que venham a servir também, às futuras gerações da comunidade

Além da expressão de agradecimento à iTC, pelo projecto e principalmente os produtos que receberam, na sua intervenção ao longo da cerimónia, os Líderes comunitários e representantes de CGRN, manifestaram o reconhecimento da responsabilidade que lhes chegou com a recepção dos produtos. Asseguraram a todos presentes, que se encontram devidamente organizados e assumirão com orgulho e motivação, as responsabilidades de controlo e fiscalização de todos os recursos existentes na comunidade, pois agindo desta maneira, estarão velando pela sua própria riqueza e das gerações que deixam. Passaram a mensagem a todos, que trabalharam no sentido de envolver outros membros da comunidade que não se fizeram presentes, particularmente jovens e crianças, no sentido de também conhecerem os limites da comunidade e se tornarem capazes de assumir as mesmas responsabilidades no futuro.

Na sua intervenção a iTC reforçou a recomendação às comunidades, sobre a necessidade de fortalecimento do CGRN, através de uma estreita colaboração com as estruturas de liderança comunitária e do governo ao nível do distrito, devendo trabalhar para maior solidificação do comité e para consolidar o reconhecimento deste órgão pelo governo do distrito, bem como a outros níveis. Que o CGRN passe a fazer uso dos seus estatutos, como o guia orientador dos seus trabalhos.

2018-07-20T14:26:15+00:00July 17th, 2018|Terras|