Como resultado do trabalho da iTC-F as comunidades de Muaganza, 5º Congresso e Manica recebem o valor da taxa de exploração florestal

A comunidade de Muaganza, localidade de Quelimane, distrito de Mocímboa da Praia, acolheu as cerimónias centrais alusivas ao dia mundial de florestas. As cerimónias sob o lema “Florestas e Cidades Sustentáveis” foram orientadas por Sua Excia o Governador da Província, Júlio Parruque, e culminaram com a entrega de um cheque no valor de 90,000.00 (Noventa Mil Meticais), referente aos valores de exploração florestal, para as comunidades de Muaganza, 5º Congresso e Manica.

O dirigente máximo da província enalteceu a gestão sustentável dos recursos naturais nas comunidades, visto que os recursos naturais contribuem para o desenvolvimento das comunidades apoiando de certa forma algumas necessidades sociais da população. Salientou as desvantagens das queimadas descontroladas e abate de árvores, pois são acções que afectam bastante para manutenção das florestas e bem como o meio ambiente em geral.

Por sua vez o Sr. Assane Suale, líder da comunidade de Muanganza, explicou que o valor recebido vai ajudar ao Comité de Gestão de Recursos Naturais e a comunidade em geral na priorização de algumas iniciativas de âmbito social.

Salientar que a comunidade de Muaganza beneficiou-se das actividades da iTC-F num projecto implementado pela União Provincial de Camponeses (UPC), que culminou com a criação e legalização do comité de gestão de recursos naturais e delimitação de 17.556,27 hectares e, a comunidade 5º Congresso está abrangida pelo projecto em curso da iTC a ser implementado pela Land Service no distrito de Nangade, que culmina com a criação e legalização do comité de gestão de recursos naturais e delimitação de 14.970,17 hectares. Estas comunidades são vizinhas embora sejam de distritos diferentes e estão abrangidas pela concessão do senhor Momed Faruk Jamal.

No final o governador agradeceu aos parceiros que tem apoiado bastante e estando lado a lado no desenvolvimento do País.

Segundo o chefe dos serviços províncias de florestas e fauna bravia, eng. Reinaldo Germano, informou num pequeno encontro que de um total  de 12,000,000.00 (Doze Milhões de Meticais), referentes ao ano 2017, só foram canalizados 4.5 milhões de meticais, estando em falta os restantes 7.5 milhões prevendo-se que sejam entregues às comunidades dentro do primeiro semestre do presente ano.

2018-03-27T09:49:01+00:00 March 22nd, 2018|Terras|